Quando considerar fazer uma lipoaspiração

Esse procedimento perfeito para quem deseja eliminar a gordura localizada.

Quando considerar fazer uma lipoaspiração
Ter um corpo magro nem sempre é sinônimo de não ter gordura localizada. E para destacar ainda mais os músculos do corpo, uma lipoaspiração pode dar o resultado que espera da sua aparência.

Na maioria dos casos, as atividades físicas e uma alimentação regrada, já dão um bom resultado no corpo da paciente. Porém, em alguns lugares, a gordura localizada pode ser persistente e abalar a auto estima.

Atualmente, existem procedimentos que ajudam a eliminar essa gordura de maneira segura e eficaz, e contornar o corpo da mulher como ela sempre quis.

Lipoaspiração ou abdominoplastia?

Como é feita a lipoaspiração para gordura localizada

Lipoaspiração a Laser

Na cirurgia plástica, uma das técnicas que pode remodelar o corpo nesses casos é a lipoaspiração.
Para saber mais sobre esse procedimento que vai mudar a sua vida, continue lendo o nosso artigo.

O que é a lipoaspiração?


O que é a lipoaspiração?. Foto:Créditos da imagem: shutterstock.com

O que é a lipoaspiração?. Foto:Créditos da imagem: shutterstock.com

A lipoaspiração é uma cirurgia plástica capaz de remover a gordura localizada do abdome. Ela é permite de remover até 7% da gordura corporal do indivíduo. Pode ser realizada em várias regiões do corpo, desde que não ultrapasse os 7% e que essa gordura seja subcutânea (que ela esteja acima do músculo). Alguns dos locais onde mais é feito a lipoaspiração, são: as coxas, braços, abdome e flancos.

Como é realizado esse procedimento?
A cirurgia é realizada através de uma anestesia geral, que pode ser peridural ou local dependendo da extensão do procedimento. O tipo de anestesia também vai variar com o local.

Para realizar esse procedimento, o médico vai aplicar um soro, para ajudar na emulsão da gordura e facilitar a sua remoção. Isso ajuda a diminuir as chances de sangramento e trauma na região em que a lipoaspiração será realizada.

Após isso são feitas pequenas incisões na pele, que podem chegar a meio centímetro. Por essas incisões, são introduzidas cânulas na pele até chegar ao tecido adiposo.

Com a cânula inserida, o médico vai fazer movimentos na área até que toda gordura seja removida.
Após remover todo o tecido adiposo são feitas suturas nas incisões, que fica imperceptível com o tempo e não causa incômodo. O resultado é visto um ano após o procedimento.

Como é o pré-operatório?
O médico irá solicitar alguns exames antes de fazer a lipoaspiração, como exame de sangue, exames cardiológicos e radiografia de tórax. O médico também pode solicitar ultrassom para visualizar melhor a região e verificar se há riscos na cirurgia.

Para quem é indicada essa cirurgia?
A lipoaspiração a indicada para pacientes que possuem gordura localizada em qualquer região do corpo.
É muito importante ressaltar que a lipoaspiração não é recomendada para quem quer emagrecer. Essa cirurgia, não faz com que a paciente perca peso ou até mesmo para os que estão muito acima do peso.

Quanto mais o paciente estiver em seu peso ideal, melhor ficará o resultado.
É preciso ter consciência de que a lipoaspiração não deve ser realizada para promover o emagrecimento ou tratar a obesidade. Portanto quem deseja atingir essas metas deve procurar outro método. O objetivo dessa cirurgia é fazer a modelagem corporal.

Para pacientes que há muito tempo praticam atividades físicas e desejam realçar a musculatura do corpo, a lipoaspiração pode trazer resultados excelentes para essa finalidade.

Lipoaspiração ou lipoescultura. Qual a diferença?


O que é a lipoaspiração?. Foto:Créditos da imagem: shutterstock.com

O que é a lipoaspiração?. Foto:Créditos da imagem: shutterstock.com

A lipoaspiração e a lipoescultura são procedimentos muito parecidos, mas o objetivo final, são outros.

A lipoaspiração retira as células de gordura de uma área do corpo para realçar os músculos do corpo, ou de áreas com gordura localizada. Diferente da lipoescultura. Nesse procedimento, a gordura é removida do corpo, tratada e realocada para outra área do corpo.

Isso ajuda a ressaltar a área desejada com a gordura do próprio paciente. Com isso, a chance de rejeição do material é praticamente zero e ainda dá um ar mais natural para o local.

Um exemplo muito comum de lipoescultura é quando a paciente retira gordura do abdome e enxerta no bumbum, aumentando o volume de forma natural. Outro exemplo, é quando a paciente usa essa gordura para preencher depressões do corpo como: as bochechas, os lábios, culotes, entre outros.

Os dois procedimentos são indicados para pessoas que ainda apresentam a pele firme e com boa elasticidade, que de preferência, não apresentem flacidez, pois esse isso pode agravar essa condição.

Quais cuidados tomar após a sua realização?
Após fazer a lipoplastia (outro nome para a lipoaspiração) alguns cuidados devem ser tomados a fim de ter uma recuperação tranquila.
Para diminuir a dor causada na região após a cirurgia, o médico irá medicamentos durante os primeiros dias no pós operatório. Esses sintomas devem desaparecer em poucos dias.

Exercícios físicos ou atividades que gerem esforço, devem ser evitados logo após o procedimento. É aconselhado manter caminhadas curtas e lentas durante 10 minutos duas vezes por dia.

É preciso permanecer com a cinta de contenção durante 24 horas por dia durante as primeiras semanas. Em poucas semanas, será liberado dormir sem a cinta cirúrgica, mas é preciso esperar para que o seu médico diga isso. Não tire a cinta sem a liberação dele.

O médico deve retirar os pontos após oito dias. A cicatriz deve ser imperceptível dentro de alguns meses.

Riscos e contraindicações
Assim como toda a cirurgia a lipoaspiração também pode apresentar alguns riscos e contraindicações. Algumas condições podem ser mais raras, como sangramento, infecção, trombose venosa, embolia pulmonar.

Algumas condições mais comuns são depressão na região, alteração na pele e flacidez. Ao sentir alguma dor ou desconforto procure o seu médico especialista.

Pessoas que possuem doenças como hipertensão, diabetes ou são fumantes têm o risco aumentado ao fazer a cirurgia. Pacientes fumantes são considerados grupos de risco, portanto é preciso fazer abstenção do fumo pelo menos um mês antes da cirurgia.

Por isso, é preciso conversar com o médico sobre os seus problemas de saúde, a fim de que ele possa se preparar para bolar uma estratégia que diminua os riscos da sua cirurgia.

O que achou desse procedimento? Comente e diga o que achou sobre a lipoaspiração. Para não perder mais nenhuma notícia como essa, siga nosso site.
Redação Portais da Moda
Portais da Moda - Dicas de Saúde e Beleza

Quando considerar fazer uma lipoaspiração

Deixe seu comentário

(Não divulgado)


Informe os numeros:









"As imagens presentes nesta matéria são reproduções de materiais já existentes. Caso tenha algum direito sobre as mesmas, entre em contato conosco para incluir os créditos ou solicitar a retirada."



FIQUE POR DENTRO