Moda nos anos 60: O que mudou e o que permanece até hoje

O clima dos anos 60 foi marcado, principalmente, pelo intenso consumismo.

Moda nos anos 60: O que mudou e o que permanece até hoje
Devido a isso, o estilo dos grandes artistas daquela época (principalmente do mundo da música), como Elvis Presley e Beatles, influenciava diretamente o modo de vestir da maioria das pessoas.

Moda anos 60. Foto:Divulgação

Moda anos 60. Foto:Divulgação



Além disso, essa época foi caracterizada pelo auge da “juventude rebelde”, onde a ousadia e a luta pela liberdade da mulher estavam constantemente presentes também dentro da moda, tendo como exemplo o uso, pela primeira vez, de roupas masculinas de forma unissex.

Na tentativa de elaborar novos padrões que fugissem do convencional estipulado na época anterior, estilistas famosos acabaram criando modelos que, no final, acabaram se tornando ícones usados até hoje:

Vestidos tubinho + bota
Vestidos tubinho + bota. Foto:Divulgação

Vestidos tubinho + bota. Foto:Divulgação

Símbolo da moda feminina nos anos 60, o uso dos vestidos tubinho está em alta até hoje, presentes até mesmo nas mais famosas passarelas durante as semanas de moda que acontecem ao redor do mundo.

Junto com esse vestido, veio também o uso das botas. Seu uso durante essa época gerou um grande impacto, visto que anteriormente era muito mais importante mostrar a feminilidade por meio das roupas do que o seu uso pelo simples conforto e liberdade. A partir daí, nota-se que o uso das botas, no geral, prevalece até hoje, sendo item indispensável no guarda-roupa de qualquer mulher.

Estampas coloridas e/ou geométrica
Estampas coloridas e/ou geométrica. Foto:Divulgação

Estampas coloridas e/ou geométrica. Foto:Divulgação

Outra grande marca dos anos 60 foi o intenso uso da mistura de cores e diferentes estampas. A maioria das pessoas lembra apenas do uso do poá, principalmente nas saias e vestidos, indicando um estilo mais puxado para o Rock n’ Roll, porém todos os tipos de estampas foram utilizadas ao longo do período, podendo citar como exemplo as listras, as formas geométricas, e até mesmo o tie-dye.

Moda unissex
Como citado anteriormente, foi nessa época que a utilização de roupas masculinas pelas mulheres ganhou espaço no mundo da moda. O grande movimento contracultura e contra a imposição de um modelo pré determinado fizeram com que a mulher ganhasse mais espaço para usar o que fosse mais confortável, preocupando-se pouco com a marcação da silhueta e com o uso de algo feminino.

Penteados volumosos
Penteados volumosos . Foto:Divulgação

Penteados volumosos . Foto:Divulgação

Por fim, vale ressaltar que num momento onde a vaidade e a autoestima também estavam em alta, os cabelos super estruturados e bem pensados também tiveram grande destaque. Mais que isso, muitas mulheres passaram a se utilizar de diferentes artifícios para mudar constantemente o visual, como o uso do aplique para deixar o cabelo com mais volume que o normal, e da peruca para variar o corte, e até mesmo a cor dos fios, dependendo do look.

Hoje pode-se perceber que pouca coisa mudou: além da utilização de perucas e apliques, muitas pessoas investem no implante capilar (procedimento cirúrgico realizado em áreas onde ocorreram quedas de cabelo) também com uma finalidade estética.


Estes foram algumas das principais marcas dos anos 60 do mundo da moda. Podemos perceber o quanto dela foi importante para época e, além disso, o quanto dela foi trazido e é usado até hoje. Se curtiu o conteúdo e quiser saber mais sobre o mundo da moda, confira outros artigos do nosso blog!

Moda nos anos 60: O que mudou e o que permanece até hoje

Deixe seu comentário

(Não divulgado)


Informe os numeros:





"As imagens presentes nesta matéria são reproduções de materiais já existentes. Caso tenha algum direito sobre as mesmas, entre em contato conosco para incluir os créditos ou solicitar a retirada."

FIQUE POR DENTRO