Jovens aproveitam período de férias para estudar no exterior

Enquanto algus aproveitam para descansar e curtir, outros aproveitam o período para adquirir conhecimento

Jovens aproveitam período de férias para estudar no exterior
Há quem espere o fim das aulas para poder curtir e descansar. Porém, há também aqueles que se programam o ano todo para continuar estudando nas férias. Nesta época, vários jovens participam dos programas culturais e viajam para o exterior em busca de aprimorar seus conhecimentos em uma língua estrangeira e, por que não, se divertir.

Essas viagens são excelentes oportunidades de conhecer novas culturas e garantir mais conhecimento. O CLP – Centro de Línguas Positivo, escola de idiomas do Grupo Positivo, em parceria com a Positivo Turismo, leva um grupo de alunos do Ensino Fundamental e do Ensino Médio para a Nova Zelândia. São três semanas de viagem – de 17 de janeiro a 9 de fevereiro – com uma programação vasta. Além de aulas de inglês, os adolescentes têm direito à acomodação em casa de família, refeições, atividades de lazer, excursões, seguro saúde, acompanhamento de um professor e certificado de conclusão.

Segundo Luiz Fernando Schibelbain, diretor do CLP e presidente do BRAZ-TESOL Regional Chapter Curitiba (a regional Paraná da maior associação brasileira de professores de Língua Inglesa), além de conhecer novos lugares, os estudantes aprimoram a língua que estudam no Brasil. “O maior benefício de fazer viagens culturais é vivenciar a língua onde ela é usada para colocar em prática o que aprendeu na escola. Nas viagens, o aluno ganha autoconfiança, pois percebe que consegue, dependendo do nível da língua que possui, interagir, fazer-se entender e compreender o que é dito ao seu redor”, ressalta Schibelbain, que ainda completa: “O jovem acaba fazendo uma imersão real, aprimora a língua e traz de volta ao Brasil um vocabulário mais rico”.

Estudar no exterior. Foto:Divulgação

Estudar no exterior. Foto:Divulgação



A participação do professor que acompanha os jovens na viagem também é de fundamental importância no incentivo à prática da língua, na tomada de decisões e, claro, na segurança dos estudantes durante todas as atividades realizadas no país. “O professor estará nos bastidores acompanhando tudo, desde a adaptação na casa de família até a decisão das excursões que o grupo fará aos fins de semana. Ele é o elo entre os alunos, a escola e a família que está no Brasil”, finaliza Schibelbain.

SOBRE O CLP – CENTRO DE LÍNGUAS POSITIVO – Com duas sedes em Curitiba, o CLP - Centro de Línguas Positivo, escola de idiomas do Grupo Positivo, oferece cursos de inglês e espanhol. Com metodologia própria, trabalha com um conceito inovador de multiambientes apoiado na mais avançada tecnologia multimídia, conciliando o aspecto lúdico ao aprendizado formal dos idiomas por meio de material produzido pela Universidade de Oxford. Para isso, além de uma equipe de professores capacitados para o ensino de língua estrangeira e com vivência no exterior, conta com laboratórios multimídia, biblioteca especializada, salas diferenciadas, cinema e espaços de convivência. O CLP recebeu o certificado de reconhecimento da Universidade de Cambridge como centro preparatório para exames internacionais de proficiência. O Grupo Positivo, do qual o CLP – Centro de Línguas Positivo faz parte, é a maior corporação de Educação do Brasil, conta com mais de 7,5 mil colaboradores e mantém negócios em países da América, da Ásia, da África e da Europa. (Na Internet: www.positivo.com.br


Jovens aproveitam período de férias para estudar no exterior

Deixe seu comentário

(Não divulgado)


Informe os numeros:









"As imagens presentes nesta matéria são reproduções de materiais já existentes. Caso tenha algum direito sobre as mesmas, entre em contato conosco para incluir os créditos ou solicitar a retirada."



FIQUE POR DENTRO