O fenômeno da moda: Madonna

O fenômeno da moda: Madonna. Madonna, o ícone pop dos anos 80, acabou de completar 50 anos e nada mais justo que comemorar com sua nova turnê, Stick ...

O fenômeno da moda: Madonna
Madonna, o ícone pop dos anos 80, acabou de completar 50 anos e nada mais justo que comemorar com sua nova turnê, Stick and Sweet, que estréia no próximo dia 23 em Cardiff, no Reino Unido, e chega ao Brasil em dezembro, dia 14 no Rio e 18 em São Paulo. O figurino, como não poderia deixar de ser, vem repleto de marcas poderosas, como Givenchy e Stella McCartney.

Quando se trata de Madonna, é impossível não falar também de moda, afinal, a diva é, sem dúvida, bem mais que apenas uma influência musical. Ela sempre lançou moda e por diversas vezes influenciou criadores. Ousada e displicente, Madonna nunca se deixou abater pelas críticas. Praticamente uma “camaleoa”, ela sempre ditou tendências de moda. Foi responsável por levantar o nome de criadores, como o de Olivier Theyskens, quando apareceu vestindo uma das criações da primeira coleção do estilista no Oscar, em 1998. Na década de 90, ao usar o corpete de bojo cônico de Jean Paul Gaultier, divulgou o nome do estilista francês por todo o mundo. Além disso, já foi clicada para alguns editoriais de moda; para a Versace duas vezes.

A cantora revolucionou o mundo da moda, principalmente para o público jovem. Lingeries usadas como peças externas, saias justas, umbigo à mostra, saltos agulha, rendas... Essa audácia em trazer para o público uma atitude diferente, faz de Madonna a Maria Antonieta contemporânea; ambas desafiaram idéias já haviam sido estabelecidas. Vanguarda é a palavra-chave para definir Madonna, mas por que a cantora continua sendo até hoje admirada e copiada?

Ela é com certeza um fenômeno cultural, um verdadeiro símbolo de moda, identidade e atitude. Conseguiu difundir sua personalidade, mostrando que pode ser construída por meio da moda, influenciando todo um contexto, exercendo uma espécie de poder sobre seus admiradores. Ela construiu uma identidade e produziu uma cultura de consumo no gênero feminino, criando um imaginário, no qual “ser Madonna” resolveria todos os problemas das mulheres, principalmente das jovens, se tornando um sinônimo de glamour, extravagância, sensualidade e feminilidade.

Inevitavelmente, Madonna faz parte do desenvolvimento de uma nova cultura; tanto para a moda quanto para comportamentos, mas não deixa para trás os aspectos que atraíram e influenciaram tanto seu público: o vanguardismo, a ousadia e a personalidade. Segundo suas próprias palavras, ela não segue tendências, as cria. É uma afirmação um pouco polêmica. Conforme afirmou João Braga, professor de História da Moda da FAAP (Fundação Armando Álvares Penteado), ela não cria, mas difunde as tendências; consegue enxergar bem o que é vanguarda e agregar isso ao seu mundo.

Criadora ou difusora, Madonna não deixa de ser um dos maiores fenômenos da transição entre dois séculos.



Ingressos para os shows da turnê Stick and Sweet

http://www.ticketsforfun.com.br/



Manuela Casali Cordeiro

Redação: Portais da Moda

O meu objetivo nesta matéria é relatar sobre O fenômeno da moda: Madonna e tambem tirar suas duvidas, se está a procura de informação ou como encontrar o produto ou telefone de contato de empresas sobre: xvidio\com , moda madonna , madonna o fenomeno , madonna moda anos 80 , influencia da madonna na moda ,

O fenômeno da moda: Madonna

Deixe seu comentário

(Não divulgado)


Informe os numeros:









"As imagens presentes nesta matéria são reproduções de materiais já existentes. Caso tenha algum direito sobre as mesmas, entre em contato conosco para incluir os créditos ou solicitar a retirada."



FIQUE POR DENTRO