Karl Lagerfeld

Nascido na cidade de Hamburgo, na Alemanha, mudou-se aos 14 anos para Paris, para estudar. Sempre vestido de preto, cabelos presos num rabo-de-cavalo, eternos óculos escuros e um enorme leque também negro. Este é Karl Otto Lagerfeld, comandante da Maison Chanel.
Aos 17, depois de ganhar um concurso de modelos de mantôs promovido pelo International Wool Secretariat, foi contratado pela casa Balmain, que colocou a peça vencedora em linha de produção. Três anos mais tarde, passou para a casa Patou.
Em 1964 achou que não queria mais trabalhar com moda. Foi para a Itália, estudar história da arte. Porém um ano mais tarde estava de volta ao mundo da alta costura, colaborando como free lance para as marcas Chloé, Krizia e para a grife de calçados Charles Jourdan.
Em 1967, passou a fazer parte da Fendi, como estilista consultor. Inovador, ele começou a utilizar matérias-primas que até então jamais haviam feito parte dos hábitos da empresa.
Usando peles de toupeira, coelho e esquilo, consideradas pouco nobres para criações requintadas, e tingindo-as de cores ousadas. ele colocou a Fendi na liderança absoluta do setor, além da conquista de vários prêmios internacionais.

Em 1983 ele chegava a um dos postos mais cobiçados do mundo da moda - a direção de criação da casa Chanel. A notícia espantou, a princípio, os que faziam parte desse mundo: havia uma grande diferença entre o estilo atrevido de Lagerfeld e o estilo discreto e refinado de Chanel.
Continuando a desenhar para Chloé, além de Chanel, Karl Lagerfeld já assina também uma linha de acessórios e perfumaria e tem sua marca própria, com muito sucesso junto às suas compradoras.
FIQUE POR DENTRO