Cirurgia de pálpebras

                                   

Cada vez mais procurada por jovens. Por Dr. Giuliano

Cirurgia de pálpebras
Antes e depois da cirurgia de pálpebras. Foto:Divulgação

Antes e depois da cirurgia de pálpebras. Foto:Divulgação

A blefaroplastia ou cirurgia de pálpebras está se tornando cada vez mais, um procedimento estético comum. Esta cirurgia plástica tem como objetivo levantar as pálpebras e eliminar as bolsas de gordura que acumulam com a idade.

Através do procedimento é possível que o rosto fique mais jovem. Devido a isto esta técnica está entre as preferencias de homens e mulheres.

Neste caso é analisada a anatomia das pálpebras pelo médico para que ele veja a necessidade cirúrgica para rejuvenescimento do olhar.

Os fatores principais para a escolha da cirurgia é devido:
- Bolsas de Gorduras nas pálpebras inferiores;
- Edemas;
- Flacidez na região dos olhos;
- Linhas de expressão;
- Olheiras;
- Pálpebras superiores caída;
- Pés-de-galinha;
- Ptose Palpebral.


Procedimento da cirurgia de pálpebras


A cirurgia de pálpebras é menos invasiva e bastante rápida. Ela é ideal para quem apresenta bolsa de gordura na parte inferior dos olhos, além de pálpebras caídas, rugas entre outros.

O procedimento tem duração de 40 a 90 minutos e pode ser feito somente com sedação, mas em alguns casos é utilizada anestesia geral.

Relativamente simples, o excesso de pele é marcado com lápis e após ocorre à remoção com bisturi. Por fim é feita a cauterização com pontos absorvíveis e inserido os adesivos cirúrgicos.

Deste modo, a rapidez do procedimento permite que seja associado a outros processos, como lifting facial e a rinoplastia (correção do nariz).
Antes do procedimento devem ser realizados todos os cuidados necessários pré-operatórios.

Pacientes jovens podem ser submetidos à cirurgia
Normalmente esta cirurgia plástica é procurada por pessoas que apresente mais de 41 anos. Ou seja, a partir desta idade os efeitos do envelhecimento começam a ficar mais visíveis ao redor dos olhos.

Os homens e mulheres possuem uma predisposição genética, portanto, podem apresentar flacidez e acúmulo de gordura nas pálpebras. Diante disso é possível que a blefaroplastia seja realizada em jovens, mas não é indicada para menores de 18 anos.

Contraindicações da blefaroplastia
A cirurgia não é indicada para os indivíduos que possuem deficiência de coagulação ou tendência a formar queloides.

Blefaroplastia. Foto:Divulgação

Blefaroplastia. Foto:Divulgação



Os pacientes fumantes e também com problemas oculares graves, precisam ser avaliados para a possibilidade da cirurgia.
Já os pacientes com bons estados de saúde, mas com pontos negativos sobre o resultado, são desaconselhados temporariamente. No entanto, nada impede que isto mude no futuro.

Consulta da Cirurgia de pálpebras


Inicialmente é preciso fazer uma consulta para que o paciente saiba sobre o procedimento. Além disso, o médico precisa analisar o histórico médico.

O médico também pode pedir exames complementares, lembrando que este é o momento de tirar todas as suas dúvidas.
Com isto o seu objetivo é renovar e rejuvenescer o olhar, portanto, dúvidas e preocupações dos pacientes precisam ser esclarecidas.

Cuidados pós-operatórios
O pós-operatório é bastante importante mesmo com a cicatrização rápida. Além disso, a cicatriz fica na dobra da pálpebra superior, portanto, com os olhos abertos ela não é visível.

Entretanto, fatores como tabagismo e falta de repouso pode influenciar. O ideal é usar óculos escuros e fazer a higienização com água e sabonete neutro.

Para aliviar o inchaço faça compressas de água gelada e durma de barriga para cima. Também é orientado ficar 10 dias sem usar as lentes de contato.

Ainda é preciso evitar maquiagem ao redor dos olhos, evitar esforços físicos por três semanas, evitar a exposição ao sol e usar protetor solar.

Resultados da Cirurgia de pálpebras


A grande vantagem da cirurgia de pálpebras é que uma semana depois da cirurgia já é visto as diferenças na fisionomia. No geral, fica mais visível depois de três meses quando o inchaço desaparece.

De qualquer forma é preciso saber que o procedimento rejuvenesce, mas não e influencia no processo de envelhecimento da pele. Neste caso, se ela estiver muito flácida é possível que ela volte a cair, portanto, bons resultados são visíveis com a pele mais firme.

No geral, antes da blefaroplastia o paciente precisa seguir as recomendações durante o pós-operatório e pré-operatório, para um bom resultado.

Além disso, é fundamental optar por um cirurgião plástico que possua experiência e seja especializado no tratamento.

Cirurgia de pálpebras

Deixe seu comentário

(Não divulgado)


Informe os numeros:





"As imagens presentes nesta matéria são reproduções de materiais já existentes. Caso tenha algum direito sobre as mesmas, entre em contato conosco para incluir os créditos ou solicitar a retirada."

FIQUE POR DENTRO