Exposição solar e seus efeitos na pele

                                   

O envelhecimento precoce e o câncer são as principais consequências do mau cuidado com a pele

Exposição solar e seus efeitos na pele
A ação do sol na pele é uma das grandes causadoras do envelhecimento precoce. Infelizmente não é um hábito do brasileiro utilizar filtro solar diariamente, ainda mais se tratando de uma país tropical onde faz sol a maior parte do ano, isso se torna uma prática pouco saudável.

Segundo o Instituto Nacional do Câncer (Inca), o número de mortes por câncer de pele cresceu 55% no Brasil nos últimos 10 anos. Além dos riscos de desenvolver a doença a questão estética também só passa a ser levada a sério quando atinge graus mais avançados de deterioração da pele.

A radiação ultravioleta emanada pelos raios solares corresponde a apenas 7% de seu total, porém é a principal responsável pelo câncer de pele e ao fotoenvelhecimento cutâneo. A radiação UV pode ser dividida em três tipos:
UVA : responsável pelo câncer de pele e pelo envelhecimento da pele
UVB : atinge em maior frequência a pele e é a causadora de vermelhidão e queimaduras solares
UVC : tem menor comprimento de onda e não atinge a Terra

Use protetor solar para o rosto e corpo. Foto:Divulgação

Use protetor solar para o rosto e corpo. Foto:Divulgação



A exposição demasiada e sem proteção da pele aos raios solares causa a deficiência na produção de colágeno e elastina. Gradualmente, este processo acelera o aparecimento de rugas e linhas de expressão da pele.

Associada a movimentação muscular natural do rosto, pessoas que não têm cuidados pessoais como o uso de protetor solar e ficam sempre expostas ao sol, além de terem mais chances de contrair câncer de pele, apresentam um envelhecimento da derme mais acentuado.A soma destes fatores acarreta em uma aparência cansada e cheias de linhas de expressão
precocemente. Em pessoas que residem em áreas litorâneas, por exemplo, é possível perceber os primeiros sintomas de envelhecimento da pele do rosto a partir dos 30 anos de idade.

Por isso é muito importante o uso de loções e protetores que protejam contra a ação do sol.
Não apenas por questões estéticas, mas pela sensibilidade do nosso rosto aos efeitos da radiação que levam também ao câncer de pele.

A insatisfação com os efeitos do tempo leva muitas pessoas a procurarem tratamentos estéticos no rosto. Área de grande exposição social e motivo de preocupação de homens e mulheres por considerarem a região seu cartão de visitas, o que é, de certa forma, verdade. Alguns dos tratamentos mais comuns para a região facial que tem como objetivo amenizar os efeitos do tempo sobre a pele são peelings, cremes e loções que estimulam a produção de colágeno até tratamentos mais abrasivos como as cirurgias plásticas que conferem efeitos imediatos e mais duradouros como o lifting e a ritidoplastia.

Independentemente do método escolhido para reverter os sintomas do fotoenvelhecimento, o mais importante é a conscientização precoce e o estímulo do cuidado diário com a pele.

O que significa Ritidoplastia?. Foto:Divulgação

O que significa Ritidoplastia?. Foto:Divulgação



Estima-se que 80% da incidência de raios solares ocorre até os 20 anos de idade. Isso significa que quanto mais cedo se inicia hábitos simples como o uso de filtro solar diariamente, menos chances as pessoas terão de desenvolver doenças de pele, assim como evitarão que seu envelhecimento ocorra antecipadamente.

Até a próxima..

O meu objetivo nesta matéria é relatar sobre Exposição solar e seus efeitos na pele e tambem tirar suas duvidas, se está a procura de informação ou como encontrar o produto ou telefone de contato de empresas sobre: x , vestido para dia a dia ,

Exposição solar e seus efeitos na pele

Deixe seu comentário

(Não divulgado)


Informe os numeros:





"As imagens presentes nesta matéria são reproduções de materiais já existentes. Caso tenha algum direito sobre as mesmas, entre em contato conosco para incluir os créditos ou solicitar a retirada."

FIQUE POR DENTRO