Diferenças entre cansaço e estresse

Você sabe se aquilo que você sente é cansaço ou estresse? Identifique as diferenças e saiba como ter uma vida equilibrada, aliviando os sintomas.

Diferenças entre cansaço e estresse
Cansaço ou estress?. Foto:Divulgação

Cansaço ou estress?. Foto:Divulgação



O corre-corre e as pressões do dia a dia fazem com que o problema de muitas pessoas seja semelhante: Estresse. Mas como saber se realmente estamos estressados ou se é apenas um cansaço cotidiano? Veja algumas diferenças entre esses estados físicos e como manter o equilíbrio, desfrutando de uma vida saudável.

O cansaço é algo normal na vida do ser humano, o estresse não, pois este pode se tratar de uma doença e que tende a desenvolver problemas cardíacos e à depressão. Algo simples como uma boa noite de sono é super importante para que o estresse não se manifeste de maneira a prejudicar a sua saúde. Acompanhe, abaixo, as especificidades de cada situação:


Cansaço



O cansaço é algo bem mais comum do que o estresse. Trata-se daquela sensação após horas executando uma tarefa, seja ela agradável ou nem tanto. Nesse sentido, há desejo de repor as energias, a primeira manifestação é o sono, vem uma vontade de dormir e descansar.

O processo de cansar e descansar é algo normal na vida do ser humano.Uma noite de sono “bem dormida”, na qual a pessoa dorme a meia noite e acorda as sete ou oito horas, é essencial para repor o físico para mais um dia, aliviando o cansaço.

Cansaço é um estado natural do corpo humano. Foto:Divulgação

Cansaço é um estado natural do corpo humano. Foto:Divulgação



Estresse



VEJA O VÍDEO E TIRE DÚVIDAS SOBRE O ESTRESSE

Para falarmos de estresse é necessário sabermos a importância que o “cortisol”, hormônio envolvido diretamente com o estresse, tem no nosso organismo. Ele tem por função estimular a quebra de proteínas, gorduras e providenciar a metabolização da glicose no fígado, ativa respostas do corpo diante de situações de emergência para ajudar a resposta física perante os problemas, aumentando a pressão arterial e o açúcar no sangue, propiciando energia muscular.

Sabe aquele friozinho na barriga? Ele nada mais é que o cortisol, mas nem sempre isso é tido como algo ruim, isso porque, de maneira equilibrada, esse hormônio nos ajuda na obtenção de energia. Portanto, deve-se haver um equilíbrio ao nível de estresse na pessoa. Segundo o psiquiatra Sérgio Klepacz, “O estresse age com particularidades, depende da pessoa, depende da idade. Cada um tem o seu”. E mesmo esse sendo um estado complexo é possível "medi-lo", como você poderá ver a seguir:

Ausência de estresse: perigoso, a pessoa se mantém inerte e sem objetivo.

Estresse reduzido: bom, estimula o cérebro das pessoas, o que possibilita que elas encontrem saídas para as situações difíceis.

Estresse alto: ruim, apetite aumenta (come mais doces ou carboidratos), há cansaço excessivo e perda de energia.

Estresse crônico: preocupante, nele, a pressão arterial sobe, há obesidade e depressão.

Para Sérgio, há ainda duas fases do estresse: a excitante e a reparadora, se a pessoa fica nervosa com algo (fase excitante), mas consegue voltar ao normal (fase reparadora) é bom. Porém, caso haja um retardamento nesse processo e vai guardando esses momentos de nível alto de estresse e excitação se torna algo que pode agravar o estresse.

Uma das principais causas do estresse é a ansiedade. Sendo assim, quando questionado à respeito de métodos fáceis de diminuição do estresse como a ingestão de doces e chocolates, o psiquiatra explica que isso somente ameniza na hora, pois há uma diminuição no nível do cortisol, em sua opinião a melhor opção é a meditação.

Dúvidas sobre o estresse



Estresse causa queda de cabelo?
Pode causar sim, especialmente em nível crônico, pois, quando sobe o cortisol, outros hormônios podem ser afetados como, por exemplo, quem tem uma deficiência de hormônio tireoidiano, pode apresentar queda de cabelo.

Chocolate alivia o estresse
Sim, principalmente o doce, pois o consumo de açúcar ajuda a baixar os níveis altos de cortisol. Isso ocorre por que, ao se consumir glicose, o hormônio insulina é liberado e ele é o contraponto do “hormônio do estresse”. Contudo, com o consumo prolongado há perda desse efeito.

O estresse crônico pode fazer a pressão subir?
Pode, mas depende de cada caso, especialmente em pessoas que já possuem gordura visceral.


Como diminuir o estresse?



Pratique atividade física para aliviar o estresse. Foto:Divulgação

Pratique atividade física para aliviar o estresse. Foto:Divulgação

Se você deseja manter o nível “bom” de estresse, ou então diminuir, se já alcançou um estágio ruim, veja algumas dicas:

- Pratique exercícios físicos.
- Cuide de sua alimentação.
- Evite doces em excesso, pois eles só dão a sensação de alívio, mas não resolve.
- Faça atividades que lhe dão prazer, como por exemplo, artesanato, leitura, dança, etc.
- Dedique pelo menos uma hora do dia a você.
- Evite se isolar.


O estresse começa na mente e pode se manifestar através de doenças físicas. Portanto cuide-se, descanse, faça atividades que lhe dão prazer, reflita nos acontecimentos do seu dia a dia e durma bem, para que seu corpo e sua alma estejam em completa harmonia.




Camila de Oliveira Souza


camilaole
Portais da Moda - Dicas de Saúde e Beleza

O meu objetivo nesta matéria é relatar sobre Diferenças entre cansaço e estresse e tambem tirar suas duvidas, se está a procura de informação ou como encontrar o produto ou telefone de contato de empresas sobre: diferença entre cansaço e stress , diferença entre cansaço e estresse , cansaço e estress , estresse com casanco qual a diferenca , qual a diferenca ee estresse para cansaco , diferença entre cansaço e stress? , qual a diferença de stress e cansaço? , qual a diferenca de estresse para cansaço? , qual a diferenca de estresse e cansaço , estresse e cansaço ,

Deixe seu comentário

(Não divulgado)



"As imagens presentes nesta matéria são reproduções de materiais já existentes. Caso tenha algum direito sobre as mesmas, entre em contato conosco para incluir os créditos ou solicitar a retirada."

Fique por dentro

Cadastre seu email e receba nossas novidades