A história do botão

                                   

A história do botão. Os fabricantes de botões apareceram no século 13, mas só nos séculos 15 e 16 é que a indústria dos botões se implantou v...

A história do botão
Os fabricantes de botões apareceram no século 13, mas só nos séculos 15 e 16 é que a indústria dos botões se implantou verdadeiramente em França e aí floresceu.

História do Botão: Botões pré-históricos. Foto:Divulgação

História do Botão: Botões pré-históricos. Foto:Divulgação

[bloco_link1]


No livro "O Botão ao Longo dos Tempos" de M. Albert Parent, diz-se que em meados do século 14 o botão já fazia parte dos objetos úteis, e depressa começou a ser utilizado como ornamento.

História do Botão: Botões da hidade Média. Foto:Divulgação

História do Botão: Botões da hidade Média. Foto:Divulgação



A moda da altura favoreceu o seu desenvolvimento. Os gibões da nobreza continham 38 botões guarnecidos, forrados com sedas coloridas, ou com botões em ouro, prata e pérolas. Durante o reinado de Henri III, todas as partes do vestuário tinham botões: as mangas, os ombros, os calções.

No século 17, o botão tornou-se menos decorativo e mais utilitário devido à sobriedade do vestuário. Em 1735, os fabricantes de tecidos e os retroseiros produziam botões forrados com tecido, mais sólidos e mais baratos, mas em 1736, uma ordenação Real interditou a fabricação destes botões. A produção de botões atinge o apogeu na altura da Revolução.

História do Botão: Botões dos séculos 17 e 18. Foto:Divulgação

História do Botão: Botões dos séculos 17 e 18. Foto:Divulgação



A primeira exposição tem lugar em 1798. No ano seguinte, em 1855, a produção está em pleno rendimento, principalmente a dos botões de metal destinados aos uniformes e dos botões de tecido produzidos mecanicamente. As evoluções técnicas substituem a soldadura pela rebitagem dos pés. Depois de se ter tornado uma das especialidades da França e de ter ocupado um dos primeiros lugares no mercado mundial, a indústria dos botões conheceu, entre as duas grandes guerras, um período difícil: as exportações diminuem e países como a Alemanha, a Itália e o Japão passam a ser fortes concorrentes do mercado francês. Estas dificuldades não se devem a um atraso tecnológico mas sim ao preço da matéria prima: madrepérola, corozo (marfim vegetal), osso.

História do Botão: Botões do século 19. Foto:Divulgação

História do Botão: Botões do século 19. Foto:Divulgação



Botões antigos. Foto:Divulgação

Botões antigos. Foto:Divulgação



História do Botão. Foto:Divulgação

História do Botão. Foto:Divulgação



O papel do botão continua a ser importante nos dias de hoje e sob todas as formas: quadrados, cilindricos, em forma de flor, de animal, de fruta, de pessoa, etc., com dois buracos, com quatro, com pé, utilitários ou decorativos, é raro conceber-se uma peça de vestuário sem eles.

História do Botão: Botões Vintage. Foto:Divulgação

História do Botão: Botões Vintage. Foto:Divulgação



História do Botão: Botão decorado. Foto:Divulgação

História do Botão: Botão decorado. Foto:Divulgação



(http://www.fashionteen.hpg.ig.com.br/historiadobotao.html)

O meu objetivo nesta matéria é relatar sobre A história do botão e tambem tirar suas duvidas, se está a procura de informação ou como encontrar o produto ou telefone de contato de empresas sobre: matéria prima dos botões , materia prima para botoes , quem inventou o botão? , a historia dos botoes , ano que foicriado o botao , botão história , historia do botao , origem do botão madripérola , botões de roupas história , botões origem ,

A história do botão

Deixe seu comentário

(Não divulgado)


Informe os numeros:





"As imagens presentes nesta matéria são reproduções de materiais já existentes. Caso tenha algum direito sobre as mesmas, entre em contato conosco para incluir os créditos ou solicitar a retirada."

Fique por dentro

Cadastre seu email e receba nossas novidades


Fique por dentro

Receba dicas de moda,saude e beleza