A Invasão dos Brechós Virtuais

     

Os bazares online são a nova mania de quem quer comprar roupas baratas e seminovas pela internet

A Invasão dos Brechós Virtuais
Os brechós surgiram no fim século XIX, como lojas de artigos de segunda mão, para pessoas que não gozavam de um poder aquisitivo razoável para adquirir roupas em estabelecimentos convencionais. A partir daí, surgiu o conceito de que brechós são redutos de traças e velharias. No entanto, esse fato começou a mudar. Os brechós modernos dispõem de acervos de marcas famosas a preços acessíveis, constituindo um verdadeiro templo retrô para os artistas e quem gosta de criar um estilo próprio.

Os brechós são verdadeiros templos para quem gosta de uma moda retrô. Foto:Reprodução

Os brechós são verdadeiros templos para quem gosta de uma moda retrô. Foto:Reprodução

[bloco_link1]


Mas a novidade mesmo são os brechós virtuais. Eles invadiram a Internet, principalmente por meio dos blogs, que funcionam como verdadeiras vitrines. Tornaram-se uma nova alternativa para quem deseja adquirir roupas exclusivas por preços econômicos. As compras pela Internet são uma tendência já consolidada, que facilita a pesquisa de itens e traz comodidade na compra. Os brechós virtuais são iniciativas predominantes entre jovens garotas, que interagem com outras, de diferentes localidades do país, para fazer as negociações.

As fotos das peças são publicadas nos blogs, geralmente com as especificações e características das mesmas. A operação funciona da seguinte maneira: a pessoa interessada escreve um comentário na foto da peça desejada, deixando nome e e-mail. O responsável pelo brechó responde à solicitação, e ambas combinam a forma de pagamento, que em geral são feitos por depósitos bancários. Então, a encomenda é enviada ao endereço de quem solicitou, via correio.

Os brechós virtuais são as novas alternativas para quem quer gastar pouco sem sair de casa. Foto:Reprodução

Os brechós virtuais são as novas alternativas para quem quer gastar pouco sem sair de casa. Foto:Reprodução



Uma das precursoras desses bazares online foi a publicitária Cristiana Guerra. Ela vende as roupas que não usa mais pelo site Filet Para Quem é Mignon, divulgando-as por meio de fotografias bastante divertidas. Esse tipo de comércio se espalhou rapidamente pela rede e hoje constitui-se como uma febre. As blogueiras garantem que uma das vantagens desse tipo de brechó é a pechincha. Como são fãs das grandes grifes, acabam vendendo suas roupas seminovas a preços acessíveis. As donas dos blogs são realmente comprometidas com seus negócios. Geralmente, quem compra recebe o produto no prazo, sem surpresas.

A maior parte desses blogs não foi criada para lucrar com a venda das peças, mas sim com o objetivo de conseguir dinheiro para comprar em outros brechós virtuais e renovar o guarda-roupa. E além da possibilidade de realizar compras econômicas, o que é essencial em tempos de crise, os bazares virtuais acabam gerando um intercâmbio cultural entre os usuários, já que as negociações são feitas entre pessoas de todos os estados do país.

Confira abaixo, alguns endereços de brechós virtuais:

Filet Para Quem é Mignon
http://filetpramignon.blogspot.com/

Breshop
http://breshop.blogspot.com/

Lavou Tá Novo
http://brecholavoutanovo.blogspot.com/

Dasmarka Feminino
http://www.dasmarka.com/

Dasmarka Masculino
http://www.dasmarkahomem.com/

Lolita B.
http://lolitabrecho.blogspot.com/

Arara Reformada
http://ararareformada.blogspot.com/

Vi Gostei Levei
http://www.vigosteilevei.blogspot.com/

Síndrome de Estocolmo
http://sindromedeestocolmo.com/brecho_virtual/

Manuela Casali Cordeiro
Redação

O meu objetivo nesta matéria é relatar sobre A Invasão dos Brechós Virtuais e tambem tirar suas duvidas, se está a procura de informação ou como encontrar o produto ou telefone de contato de empresas sobre: brechó como surgiu , brechos virtuais , como surgiu o brecho , brecho como surgiu , bazar online criado por manoela , como montar um brechó virtual , como abrirbrecho virtua quanto fatura , brechós virtuais baratos , brechó virtual gestante , brecho virtual ,

A Invasão dos Brechós Virtuais

Deixe seu comentário

(Não divulgado)


Informe os numeros:





"As imagens presentes nesta matéria são reproduções de materiais já existentes. Caso tenha algum direito sobre as mesmas, entre em contato conosco para incluir os créditos ou solicitar a retirada."

Fique por dentro

Cadastre seu email e receba nossas novidades


Fique por dentro

Receba dicas de moda,saude e beleza