Valentino se inspira na dança contemporânea para o seu inverno 16/17

 A transparência seu o ar sensual da coleção [5]

Valentino se inspira na dança contemporânea para o seu inverno 16/17

  •  Valentino para o Paris Fahion Week inverno 2017
  •  Casacos pesados são tendência para o inverno
  •  DescricaoCom muita interferência textil as peças são extremamente trabalhadas
  •   Bordados e pedrarias marcaram o desfile
  •  A transparência seu o ar sensual da coleção
  •   As saias rodadas de tule remetem a referencia da coleção
  •  Muito volume para o inverno 2017

A transparência seu o ar sensual da coleção [5]

O resultado foi uma coleção viseral, com muita leveza, suavidade e uma apresentação que ultrapassa o óbvio romântico da dança. A coleção trouxe peças com uma modelagem que, fora da passarela, pode deixar a mulher mais sensual – principalmente aquelas que tem cintura marcada e frufru, mesmo que levemente.
Com inspiração no ballet moderno americano e no ballet russo, a dupla de estilistas Maria Grazia Chiuri e Pierpaolo Piccioli dá vida à coleção inverno 2017 de Valentino. Em entrevista a dupla comenta que é hora de refletir a essência do contemporâneo através da pesquisa de “tangibilidade emocional e da reverberação estética”. Assim, referências da música e dança contemporânea surgem como inspiração pra os looks: o som de John Cage, a dança abstrata de coreógrafos como Martha Graham e o movimento no espaço-tempo de Merce Cunningham e os contrastes punks de Karole Armitage são ponto de partida, ao lado do Les Ballets Russesde Sergei Diaghlev e Nijinski ao New York City Ballet. Para isso a marca fez um estudo aprofundado na cultura dos happenings – as performances que colo

Fique por dentro

Cadastre seu email e receba nossas novidades