Teciteca

O tecido de lã de angorá é obtida do pêlo longo e suave do coelho angorá. Esse tecido é ideal para roupas térmicas. É procurado pela sua durabilidade, aquecimento e textura. O angorá é muito mais quente que lá e é perfeito para que sofre de alergias à lã.

A lã de angorá tem um efeito terapêutico no corpo humano. Ele melhora a circulação do sangue e dá benefícios naturais a quem veste. O efeito de aquecimento terapêutico beneficia pessoas com dores nas juntas, ciático, artrite, reumatismo, tensão muscular, problemas renais, frieiras, disfunções circulatórias, entre outros.

Acredita-se que o coelho angorá é originário da Turquia, bem como o gato angorá e a cabra angorá. Era um popular animal de estimação na França em meados de 1700 e então se espalhou por outras partes da Europa. Nos Estados Unidos, apareceu por volta de 1900.

Há comercialmente cinco raças de coelho angorá, nomeadas inglesa, francesa, cetim, gigante e alemã.
- O angorá inglês é o animal de estimação mais comum, e diferenciado pelo pêlo facial.
- A raça francesa é popular pela fiação à mão.
- O cetim, pela coloração e lustrosidade.
- O gigante é a maior raça e produz o máximo de lã.
- O angorá alemão parece-se com o gigante, mas são albinos ou brancos e de olhos vermelhos.

CARACTERÍSTICAS DO ANGORÁ

- Suave e leve
- Quente e confortável
- Lustroso
- Durável
- Absorve umidade
- tem efeito terapêutico no corpo humano

UTILIZAÇÃO DA LÃ DE ANGORÁ
- O aquecimento e a suavidade do tecido fazem com que ele seja usado em diferentes tipos de trajes.
- É também usado em cobertores, aquecedores de orelha, cachexõis, etc.
- Algumas vezes é misturada com outras fibras para fazer casacos.
FIQUE POR DENTRO

SHOPPING

Fique por dentro

Receba dicas de moda,saude e beleza