Glossario de moda

Gianni Versace nasceu na Calábria, na Itália, e começou a se interessar por moda trabalhando com sua mãe, que tinha uma pequena loja onde vendia apenas roupas prêt-à-porter que ele desenhava. Em 1972, aos 25 anos, recebeu uma encomenda do dono de uma confecção chamada Florentine Flowers: deveria criar uma coleção, a ser produzida em Milão.
O resultado foi um sucesso, logo seguido por outro, outra coleção criada para a empresa De Parisini. A decisão, então, foi tomada: Versace mudou-se para Milão, onde continuou a criar moda sob encomenda para outras empresas. Seu nome não aparecia, mas seu estilo se firmava.
Em 1976, afinal, ele e o irmão, Santo, começaram a organizar aquela que viria a ser a empresa Versace, aberta em março de 1978, com a apresentação de sua primeira coleção feminina, na Galeria de Arte Permanente de Milão. Em setembro do mesmo ano, lançou suas roupas masculinas, em seu próprio show room.

Versace foi ganhando fama e aparecendo em linhas de acessórios, de perfumes e de objetos para a casa. Seu estilo era sempre ousado, criativo, barroco e sensual, com um uso surpreendente de cores, ingredientes que foram garantindo uma grande aceitação em todo o mundo, em centenas de lojas e pontos de venda, e também no Brasil.

Com Santo e a irmã, Donatella, Versace foi expandindo seu império com novas linhas de roupas como Instante, Versus, Versace Jeans Couture, e ampliando sua lista de clientes famosos, dos cantores Madonna a Michael Jackson e à princesa Diana, que se tornou sua amiga.
Em 1997 foi assassinado nos degraus de entrada de sua mansão em Miami. Sem Gianni, muitos pensaram que a grife Versace havia chegado ao fim, mas não foi o que aconteceu. Santo e Donatella assumiram os negócios, ele na parte administrativa, ela como diretora de criação. Os dois entraram pelo século 21 ampliando os negócios, lançando uma linha de maquiagem, e mantendo o mesmo estilo que deu fama à marca.
FIQUE POR DENTRO